Blog BancoImóvel

COM CONCEITO AUTONOMY, RESIDENCIAL VILLAGGIO LA LUNA É DESTAQUE EM HORTOLÂNDIA

De ruas tranquilas e com moradias pouco verticalizadas, Hortolândia, interior de São Paulo, é um município que tem chamado a atenção do mercado imobiliário nos últimos anos. Assim como Campinas e Paulínia, essa cidade tem sido uma das mais procuradas do interior paulista.

Com o aumento da especulação imobiliária desses municípios, grandes inovações têm aparecido, que é o caso do residencial sem taxa de condomínio: um conceito muito comum em países desenvolvidos, mas que ainda é pouco explorado e difundido aqui no Brasil. Entretanto, já é realidade em Hortolândia.

Esse conceito é o Autonomy: um condomínio de casas que possui segurança, conforto, comodidade e facilidade, mas com custo “zero” de condomínio. Aliando tecnologia e arquitetura moderna, cada morador desse estilo de empreendimento possui o próprio controle de acesso para veículos, cartão de entrada, iluminação através de luz solar nas áreas comuns, carteiro individual e toda autonomia do imóvel, mas sem ter a necessidade de arcar com custos de porteiro, zelador, jardineiro e outros serviços recorrentes, os quais encarecem os condomínios. E o melhor: tudo isso em ótima localização, bairro novo e seguro.  

“É uma nova realidade. Ter autonomia e independência como um imóvel de rua, porém com a segurança, comodidade e a facilidade de residir em um condomínio, sem taxas condominiais”, explica Gilberto Marmol do BancoImóvel. “É ideal para quem quer investir e ter renda extra, porque não há prejuízo no tempo de espera entre uma locação e outra. Contudo, é perfeito para moradia própria, uma vez que adquirido através de financiamento, a única preocupação é apenas com a parcela do financiamento, sem comprometer a renda mensal familiar”, completa.

Ainda de acordo com o especialista imobiliário, o valor dos condomínios disparou, tanto pela má administração, quanto pelo aumento das tarifas públicas de água, luz, gás e outros encargos. Diante disso, com utilização da tecnologia foi possível empregar algumas alternativas, tais como portaria virtual e o conceito Autonomy, que bem utilizados proporcionam economia inteligente, conforto, segurança e bem-estar.

RESIDENCIAL VILLAGGIO | Imagem ilustrativa

HORTOLÂNDIA: RESIDENCIAL VILLAGGIO LA LUNA

O empreendimento inovador em Hortolândia possui nome e sobrenome. Chama-se Residencial Villaggio La Luna: uma vila que contém 9 residências assobradadas de 73,83m², todas preparadas para instalação de ar condicionado e aquecimento solar, além de tomadas com entrada USB e 2 vagas de garagem, sendo uma coberta com pergolato. O imóvel ainda possui 2 suítes.

De acordo com o BancoImóvel, que é a empresa habilitada e responsável pela incorporação, construção e vendas das unidades, todas estão elegíveis a receber financiamento habitacional e utilização do FGTS – este recurso poderá ser aproveitado como parte da entrada. “É possível também utilizar o veículo próprio como entrada. Com inflação baixa, Selic nos menores patamares da história e com tendência de baixa, nunca tivemos taxas de juros tão baixas como as atuais”, comenta Gilberto. “Com um bom valor de entrada, a qual poderá ser composta por recursos próprios, FGTS e veículo, a primeira parcela de uma unidade ficará por volta de R$ 922,04 mensais”, muito inferior ao pagamento de aluguel de um imóvel neste padrão, garante.

Ainda de acordo com a imobiliária, a aprovação do financiamento fica por conta do BancoImóvel, sem nenhum custo adicional.

PARA INVESTIMENTO E MORADIA PRÓPRIA

O Residencial Villaggio La Luna é uma aquisição certeira para quem busca investir em revenda de imóvel em Hortolândia. Além disso, quem optar pela compra para locação terá a vantagem de não arcar com os custos de condomínio quando a casa estiver sem inquilinos.

O investimento é também viável para quem busca adquirir para moradia própria, uma vez que não terá que conciliar as parcelas do financiamento com condomínio. É uma oportunidade que não dá para deixar passar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *